Descoberta a verdadeira causa da morte de Michael Jackson

Os médicos que atenderam Michael Jackson no dia do seu falecimento declararam nesta quinta-feira (6) que o Rei do Pop já chegou morto ao centro médico UCLA. Os doutores Richelle Cooper e Thao Nguyen compareceram à Corte Superior de Los Angeles para a terceira jornada da audiência preliminar sobre o caso da morte do astro para determinar se haverá julgamento contra o médico do artista, Conrad Murray.  

 

Em seu testemunho, Cooper indicou que o cantor não apresentava “sinais vitais” quando o examinou, mesmo tendo insistido para que os médicos tentassem reanimar seu paciente.

A equipe de emergência se queixou da falta de cooperação por parte de Murray quando o médico foi questionado sobre as substâncias que Michael Jackson havia tomado e confirmaram que o doutor mencionou apenas lorazepam, omitindo referências a propofol.

A autópsia de Jackson determinou que o cantor morreu em 25 de junho de 2009 vítima de uma intoxicação aguda de anestésicos, entre eles o propofol, uma substância de uso hospitalar.

Na sessão de quarta-feira (5), um dos guarda-costas de Michael Jackson indicou ao tribunal que, antes de chamar uma ambulância, Murray pediu a ele que se desfizesse dos restos dos remédios que aplicou no artista entre 24 e 25 de junho.

A promotoria apresentou ainda nesta quinta-feira a lista das chamadas realizadas por Murray durante as cinco horas anteriores à morte de Jackson. Segundo os dados divulgados, Murray, acusado de homicídio culposo, manteve 11 conversas em dois telefones diferentes e enviou múltiplas mensagens de texto enquanto o artista morria em seu quarto  fonte: r7.com

A história de M.Jackson

A história da morte do cantor Michael Jackson talvez seja um incógnita nunca totalmente desvendada. Mas, analisemos rapidamente sobre a morte do homem M.Jackson:

Uma criança classe baixa do interior do EUA com um talento incomun, que devido a obstinação de um pai alucinado por fama e dinheiro praticamente obriga a estes filhos a cantar e dançar com exaustão até a quase perfeição. O menino Jackson se sobressai e começa a se destacar, enfim se torna um astro, depois um icone, depois um mito e agora… um defunto precoce.

Sem duvida o nome dele será lembrado através de gerações, muita fama, teve muitissimo dinheiro e poder, dizem que ele conseguia gastar num só dia o que uma pessoa de classe média não consegue ganhar com uma vida toda de trabalho. Excêntrico e até exótico, chamou a atenção pela sua transformação fisica na decada de 90, que com um estranho tratamento alterou os pigmentos epidérmicos deixando-o ‘branco’ ou albino… a verdade é que ele mais parecia um mutante de filme de terror. Mas, como a fama e o poder são efêmeros, e como tudo na vida: tudo passa ou tudo vai passando. Ele começa a decair, tanto na fama, como na vida pessoal e também moralmente. Aquele menino pobrezinho já não existe há decadas e, um monstro social da industria fonográfica mundial começa a ver dias de decadência.

Dores no corpo devido as inumeras cirurgias e a exaustão de ensaios e turnês, obrigaram o ‘semi-deus’ a conhecer seu lado humano, o que o obrigou a tornar-se um viciado em drogas quimicas: remédios de altas dosagens e corticóides. Ele não mais conseguia dormir sem eles, não vivia sem eles, e sua vida ficou fadada a poucos anos. Na verdade a morte de MJ já era anunciada e inclusive seu médico já o sabia.

Quem matou MJ?

Quem o matou foi a sua própria condição de monstro social na musica, mutante, drogado, e semi-deus. Nenhum ser humano pode suportar esta condição, afinal não foi isto que Deus criou para o homem viver.  MJ não foi a primeira vítima e nem será a ultima, antes dele muitos como Marilyn Monroe, Elvis Presley, Jim Morrison, Jimi Hendrix, só pra citar alguns exemplos, foram vitimas do espirito da morte precoce.

Tudo no universo obedece, queira ou não, a principios. Principios estes que o próprio Deus estabeleceu. O prolongamento da vida, inclusive está dentro deles: cuidado com a saude, bons hábitos de vida e a observancia de um dos mandamentos que diz: ‘honra a teu pai e tua mãe, e, se PROLONGARÃO os teus dias sobre a face da terra’. Michael Jackson quebrou todos eles.

Quantos anos você pretende viver?

Quantos anos você pretende viver? A vida pode ser prolongada? Eu penso que sim. Se, observarmos os principios da boa saude, e acima de tudo formos obedientes a Deus e a nossos pais, teremos êxito em prolongar nossos dias na terra. A Biblia diz:   Filho meu, não te esqueças da minha lei, e o teu coração guarde os meus mandamentos. Porque eles aumentarão os teus dias e te acrescentarão anos de vida e paz. Não te desamparem a benignidade e a fidelidade; ata-as ao teu pescoço; escreve-as na tábua do teu coração. E acharás graça e bom entendimento aos olhos de Deus e do homem. Confia no SENHOR de todo o teu coração, e não te estribes no teu próprio entendimento. Reconhece-o em todos os teus caminhos, e ele endireitará as tuas veredas. Não sejas sábio a teus próprios olhos; teme ao SENHOR e aparta-te do mal. Isto será saúde para o teu âmago, e medula para os teus ossos. Honra ao SENHOR com os teus bens, e com a primeira parte de todos os teus ganhos; E se encherão os teus celeiros, e transbordarão de vinho os teus lagares. Filho meu, não rejeites a correção do SENHOR, nem te enojes da sua repreensão.’ Proverbios 3:1-11

 

Que Deus nos ajude a ter uma vida saudavel na presença dele!

Nunca é tarde para recomeçar e mudar os hábitos e voltar aos principios da Biblia. Se você quer conhecer mais: CLIQUE AQUI

Elmir Dell’Antonio

 

leia outros artigos :

BC aumenta demanda por dólar – entenda como funciona a economia bíblica

SINAIS DA VINDA DO MESSIAS

Consagrando minha SAÚDE a Deus

Dilma, o discurso, as verdades e as mentiras

palavras proféticas para 2011

Entenda o caso Battisti, porque Lula decidiu protegê-lo?

 

 

This entry was posted in Notícias. Bookmark the permalink.

Leave a Reply